, ,

Como alinhar uma equipe de TI com as demais áreas da empresa

Businesswoman Working at a Computer

Uma questão na qual as empresas comumente se defrontam é a dificuldade em alinhar o setor de TI com as demais áreas da empresa. Tudo porque a falta de integração entre os colaboradores faz com que as mudanças nos sistemas ou projetos de tecnologia e seus efeitos passem despercebidos pelas áreas que não possuem relação com o TI, embora os impactem igualmente.

Para Claudio Emanuel de Menezes, presidente e fundador da DISOFT, a importância do envolvimento de todos os colabores em projetos de TI, tem a ver com a existência ou não de uma visão sistêmica da empresa, pelos colaboradores. Com ela, todos os processos, antes de serem executados, normalmente são discutidos e os seus impactos de forma conjunta antes da mudança.

Uma das melhores formas de manter esse relacionamento estratégico entre o TI e as demais áreas, é através de reuniões periódicas entre os líderes dessas equipes. A discussão de projetos em andamento e novos projetos devem ser levantados junto às suas influências no dia a dia de cada um.

Além disso, o alinhamento entre os setores de negócios e tecnologia podem beneficiar a empresa em seus custos diários. Com a comunicação entre ambas as áreas, diversos custos ‘escondidos’ podem se tornar visíveis, sendo adicionados aos projetos de TI, a fim de melhorar cada vez mais as aplicações de gastos e melhorias. Por outro lado, as demais áreas também se beneficiam do TI, entendendo melhor o seu funcionamento, e ganhando uma visão mais ampla dos processos.

“Empresas iniciantes no mercado que possuem estrutura reduzida podem amenizar o problema ao formar uma equipe multifuncional, unida e motivada, que esteja por dentro da estratégia de negócios da empresa e aptos a romper as barreiras hierárquicas. Essa união dará à empresa o poder de fazer mais com menos, tornando-a mais ágil e criativa. Mas isso só será possível se este grupo se sentir partícipe nas decisões, estratégias e operações da empresa”, esclarece Claudio Emanuel de Menezes, presidente da Disoft.

É exatamente este o espírito presente na Disoft, que se alinha à estratégia de compartilhamento de recursos especialistas com o cliente. “Desta forma, juntamos múltiplas competências a um custo totalmente compatível com as necessidades de empresas médias em crescimento, alinhado com as atitudes necessárias para que compromisso e criatividade estejam sempre presentes” completa Menezes.

Deseja saber mais sobre como alinhar uma equipe de TI com as demais áreas da sua empresa? Envie uma mensagem para a gente.

0 respostas

Deixe uma Resposta

Quer deixar um comentário?
Sinta-se a vontade para comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *