Palavra do presidente: 2015, um ano de desafios e recompensas

Claudio Menezes, Presidente da Disoft

Claudio Menezes, Presidente da Disoft

2015 foi um ano decisivo para nós brasileiros. Tivemos que nos readaptar por conta de uma crise financeira que assusta o país. Contudo, também podemos considerá-lo um ano de muitos aprendizados. Eu, particularmente, acredito que estamos lançando as bases para definirmos quais relações e valores nortearão a nossa sociedade no futuro. E espero que o nosso “jeitinho brasileiro” conserve a naturalidade e simpatia, deixando de lado o espírito de levar vantagens sobre os demais.

Dentre os principais aprendizados que nós da Disoft tivemos este ano, destaco o fato de saber investir cuidadosamente naquilo que realmente importa, refinando a nossa estratégia para o futuro à espera de que a crise política em que vivemos finalmente cesse.

Como empresa e parte da sociedade que somos, tivemos um ano em que os esforços de vendas foram altíssimos, e os resultados abaixo das expectativas. No entanto, aprendemos a ser ainda mais cuidadosos com os custos. A nossa missão de atuar eticamente, buscando inovação e tendo o ser humano como principal aposta permanece no nosso dia a dia. Trabalhamos nossas equipes a todo momento para que tenham esse mesmo olhar, e o comportamento reflita diretamente no resultado final que é entregue a cada cliente e parceiro.

E por falar em cliente e parceiro, você que acredita em nossa missão e confia no trabalho desenvolvido pela Disoft, pode esperar em 2016 uma empresa cada vez mais consistente com os seus valores, e focada em ajudá-lo no seu crescimento. Investimos em pontos estratégicos que consideramos fundamentais para o desenvolvimento da empresa. Todos os anos aprimoramos as nossas entregas, para que cada projeto desenvolvido seja prazeroso para a nossa e equipe e a equipe de nossos clientes. Afinal, autenticidade e superação são fundamentais para um bom desempenho!

Acredito profundamente na construção conjunta, baseada em visão e valores, e sei que com isso colheremos bons frutos neste novo ciclo. O ano que se inicia pode ser de muitas incógnitas, mas ele será o que quisermos que ele seja. É como diz o ditado: “Crer para ver e não ver para crer”.

Desejo a todos os nossos clientes, colaboradores e parceiros, que são protagonistas desta trajetória de 30 anos, um Feliz Natal e um Ano Novo cheio de prosperidade e saúde!

Um grande abraço e boas festas.

Claudio Menezes
Presidente da Disoft

0 respostas

Deixe uma Resposta

Quer deixar um comentário?
Sinta-se a vontade para comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *