Posts

Benefícios da gestão estratégica de TI para PME

Os benefícios da gestão estratégica de TI para pequenas e médias empresas - Disoft

Ter à disposição da empresa uma área de TI completa e especializada envolve custos.  E ao contrário de grandes empresas, que normalmente possuem inúmeros especialistas em sua estrutura, negócios de pequeno e médio porte não conseguem manter permanentemente uma grade tão completa de colaboradores em atividades tão específicas. Além disso, a falta de recursos impossibilita pesquisas e investimentos em novas tecnologias que possam ajudar na estratégia e medição de custos.

Para garantir o alinhamento de todas as informações, projetos e processos internos de uma empresa, é necessária que uma gestão estratégica de TI seja desenvolvida. Isso pode ocorrer através da terceirização de profissionais de TI e um book periódico, direcionando os projetos a fim de atender às necessidades estratégicas do local.

A Gestão Estratégica de TI pode trazer diferenciais competitivos à empresa?

Sim. A principal proposta da gestão estratégica é que a área de TI esteja permanentemente alinhada à estratégia de negócios, fazendo com que a empresa se beneficie dos projetos de TI e fortaleça cada vez mais os seus diferenciais.

Para a execução e alcance de resultados através da gestão estratégica, diversas ações são realizadas pelos profissionais da Disoft, como:

  • Análise da atual equipe da empresa, trabalhando a motivação dos colaboradores, através de uma visão sistêmica do negócio.
  • Alocação de equipe técnica local, quando necessário, atuando de forma sinérgica à nossa equipe de especialistas.
  • Compartilhamento remoto de profissionais da áreas, ampliando o nível de competência disponíveis à empresa.
  • Acompanhamento através do Book Mensal, com análise de evolução dos projetos de TI e resultados de negócios alcançados.

E qual o momento certo para se pensar na gestão estratégica de TI?

Quando as entregas da área de TI já não atendem às necessidades de negócios da empresa, é importante o desenvolvimento de uma gestão estratégica de TI. Empresas em crescimento, em reposicionamento no mercado ou afim de otimizarem custos, devem pensar em soluções para essas demandas, e a ajuda de profissionais especializados são indispensáveis.

Se interessou pelo assunto e tem interesse em aplicar a Gestão Estratégica de TI na sua empresa? Entre em contato com a gente!

, ,

Como resolver os três maiores problemas da área de TI no Middle Market

Empresas de pequeno e médio porte podem enfrentar em sua gestão diversos problemas derivados da falta de mão de obra especializada e de investimento em melhorias na área de TI, afetando diretamente os processos internos e externos dos negócios. Entre os três maiores problemas da área de TI no Middle Market  estão a comunicação entre setores diferentes da empresa, softwares em dia e atraso nas informações.

Uma solução eficiente para a correção dessas falhas e aumento na performance dentro de empresas do segmento Middle Market têm sido os softwares de gestão, conhecidos também como sistemas ERP ( Enterprise Resource Planning).

Veja abaixo os três maiores problemas da área de TI no Middle Market e entenda como o sistema ERP é capaz de auxiliá-lo:

1. Informações sobre custos e riscos em tempo real

Empresas de médio porte, em geral, acreditam que somente grandes softwares de gestão poderão atender às suas necessidades e acabam se esquivando da utilização do ERP por falta de recursos, o que pode gerar ainda mais custos ao negócio devido aos riscos associados à falta do suporte. O ERP Openbravo da Disoft chega para atender essa demanda, munido de toda estrutura de um grande e moderno software de gestão e desenhado para entregar informações estratégicas a cada cliente.

2. Baixa automação de processos e pouco recurso para investimento em Softwares

As empresas médias também não possuem grandes áreas de processos e, por isso, muitas vezes eles ficam desatualizados, incompletos e com baixa automação. O Openbravo é originalmente desenvolvido em uma estrutura de processos – motivo pelo qual já levou diversos prêmios internacionais. Sua arquitetura torna muito mais fácil a criação e adaptação de processos de negócio, que podem ser feitos pelos próprios usuários.

3. Integração de informações de diferentes áreas

Para que o fluxo de serviços prossiga de forma correta, as informações entre as diversas áreas de uma empresa precisam estar alinhadas, tornando-as confiáveis para o surgimento de resultados efetivos. O ERP Openbravo mantém a integridade das informações entre diferentes processos, garantindo o mesmo nível de confiabilidade de grandes soluções de ERP estabelecidas no mercado.

Além da alta qualidade na plataforma Openbravo, o sistema de ERP também oferece o diferencial de manter o cliente como participante em todo o processo de implantação. Por se tratar de um produto a nível internacional e opensource, o Openbravo permite a integração com a estrutura de desenvolvimento do cliente, tornando-o apto para a construção de futuras funcionalidades.

Este artigo foi útil para você? Se tiver dúvidas sobre como implantar o ERP em sua empresa, não hesite em falar com a gente.