Alma, Mente e Corpo: conheça os indicadores CMA da Disoft

indicadores

Conseguir se manter à frente no mercado por 30 anos pode não ser uma tarefa fácil. Principalmente se as pessoas envolvidas na causa não estiverem totalmente satisfeitas e inspiradas em entregar o seu melhor. E em muitos casos, esse fator está relacionado à forma de gestão da empresa. Na Disoft, optamos desde o início por ser uma empresa progressista, sem hierarquia, cargos e horizontalizada, fundamentada num conjunto de valores, com propósito, significado, causa e dedicação total aos nossos clientes, gerando resultados por meio da criatividade.

Entendemos que manter o equilíbrio interno é importante para a o resultado final. Acreditamos que uma equipe motivada, feliz em trabalhar em nossa empresa, aproveitará disso para solucionar os problemas da melhor maneira.

A nossa gestão está baseada em três pilares que permeiam todos os processos Disoft: Alma (Foco na Equipe), Mente (Foco no Cliente) e Corpo (Foco no Resultado). Juntos, esses pilares são chamados de Indicadores CMA, que são realizados periodicamente em cada uma de nossas equipes. A principal intenção dos Indicadores CMA é desenvolver as atitudes internas, trabalhando de forma íntegra e transparente, e buscando o autoconhecimento adquirido através da aceitação de feedbacks. Entenda melhor cada um deles:

  • Alma: neste pilar está tudo aquilo que se refere às relações interpessoais. Com ele, atuamos diretamente na equipe, focando no desenvolvimento dos colaboradores. Isso acontece através de comitês, fórum de líderes e outros grupos de trabalho.
  • Mente: atuando diretamente no alinhamento estratégico, conhecemos e ouvimos o cliente foco, desenvolvendo nossos diferenciais competitivos e fortalecendo o vínculo e satisfação de cada um deles.
  • Corpo: aqui está o resultado. O produto. Na prática, esse pilar é percebido através do nosso método de trabalho: metaprocessos, metaprojetos, finanças sistêmicas e construção de oferta.

A criação desses indicadores foi feita em conjunto com os líderes de cada unidade de negócio da Disoft (equipes focadas em clientes, estratégias e entregas diferentes), levando sempre em conta as três esferas: corpo, mente e alma. O alinhamento dos três pilares nos ajudam a construir entregas e processos cada vez mais aderentes à necessidade do cliente, além de manter a empresa em constante evolução.

Conheça nossa missão, nossas crenças e nossos valores: www.disoft.com.br/nossa-missao

Palavra do presidente: 2015, um ano de desafios e recompensas

Claudio Menezes, Presidente da Disoft

Claudio Menezes, Presidente da Disoft

2015 foi um ano decisivo para nós brasileiros. Tivemos que nos readaptar por conta de uma crise financeira que assusta o país. Contudo, também podemos considerá-lo um ano de muitos aprendizados. Eu, particularmente, acredito que estamos lançando as bases para definirmos quais relações e valores nortearão a nossa sociedade no futuro. E espero que o nosso “jeitinho brasileiro” conserve a naturalidade e simpatia, deixando de lado o espírito de levar vantagens sobre os demais.

Dentre os principais aprendizados que nós da Disoft tivemos este ano, destaco o fato de saber investir cuidadosamente naquilo que realmente importa, refinando a nossa estratégia para o futuro à espera de que a crise política em que vivemos finalmente cesse.

Como empresa e parte da sociedade que somos, tivemos um ano em que os esforços de vendas foram altíssimos, e os resultados abaixo das expectativas. No entanto, aprendemos a ser ainda mais cuidadosos com os custos. A nossa missão de atuar eticamente, buscando inovação e tendo o ser humano como principal aposta permanece no nosso dia a dia. Trabalhamos nossas equipes a todo momento para que tenham esse mesmo olhar, e o comportamento reflita diretamente no resultado final que é entregue a cada cliente e parceiro.

E por falar em cliente e parceiro, você que acredita em nossa missão e confia no trabalho desenvolvido pela Disoft, pode esperar em 2016 uma empresa cada vez mais consistente com os seus valores, e focada em ajudá-lo no seu crescimento. Investimos em pontos estratégicos que consideramos fundamentais para o desenvolvimento da empresa. Todos os anos aprimoramos as nossas entregas, para que cada projeto desenvolvido seja prazeroso para a nossa e equipe e a equipe de nossos clientes. Afinal, autenticidade e superação são fundamentais para um bom desempenho!

Acredito profundamente na construção conjunta, baseada em visão e valores, e sei que com isso colheremos bons frutos neste novo ciclo. O ano que se inicia pode ser de muitas incógnitas, mas ele será o que quisermos que ele seja. É como diz o ditado: “Crer para ver e não ver para crer”.

Desejo a todos os nossos clientes, colaboradores e parceiros, que são protagonistas desta trajetória de 30 anos, um Feliz Natal e um Ano Novo cheio de prosperidade e saúde!

Um grande abraço e boas festas.

Claudio Menezes
Presidente da Disoft

Benefícios da gestão estratégica de TI para PME

Os benefícios da gestão estratégica de TI para pequenas e médias empresas - Disoft

Ter à disposição da empresa uma área de TI completa e especializada envolve custos.  E ao contrário de grandes empresas, que normalmente possuem inúmeros especialistas em sua estrutura, negócios de pequeno e médio porte não conseguem manter permanentemente uma grade tão completa de colaboradores em atividades tão específicas. Além disso, a falta de recursos impossibilita pesquisas e investimentos em novas tecnologias que possam ajudar na estratégia e medição de custos.

Para garantir o alinhamento de todas as informações, projetos e processos internos de uma empresa, é necessária que uma gestão estratégica de TI seja desenvolvida. Isso pode ocorrer através da terceirização de profissionais de TI e um book periódico, direcionando os projetos a fim de atender às necessidades estratégicas do local.

A Gestão Estratégica de TI pode trazer diferenciais competitivos à empresa?

Sim. A principal proposta da gestão estratégica é que a área de TI esteja permanentemente alinhada à estratégia de negócios, fazendo com que a empresa se beneficie dos projetos de TI e fortaleça cada vez mais os seus diferenciais.

Para a execução e alcance de resultados através da gestão estratégica, diversas ações são realizadas pelos profissionais da Disoft, como:

  • Análise da atual equipe da empresa, trabalhando a motivação dos colaboradores, através de uma visão sistêmica do negócio.
  • Alocação de equipe técnica local, quando necessário, atuando de forma sinérgica à nossa equipe de especialistas.
  • Compartilhamento remoto de profissionais da áreas, ampliando o nível de competência disponíveis à empresa.
  • Acompanhamento através do Book Mensal, com análise de evolução dos projetos de TI e resultados de negócios alcançados.

E qual o momento certo para se pensar na gestão estratégica de TI?

Quando as entregas da área de TI já não atendem às necessidades de negócios da empresa, é importante o desenvolvimento de uma gestão estratégica de TI. Empresas em crescimento, em reposicionamento no mercado ou afim de otimizarem custos, devem pensar em soluções para essas demandas, e a ajuda de profissionais especializados são indispensáveis.

Se interessou pelo assunto e tem interesse em aplicar a Gestão Estratégica de TI na sua empresa? Entre em contato com a gente!

, ,

Como resolver os três maiores problemas da área de TI no Middle Market

Empresas de pequeno e médio porte podem enfrentar em sua gestão diversos problemas derivados da falta de mão de obra especializada e de investimento em melhorias na área de TI, afetando diretamente os processos internos e externos dos negócios. Entre os três maiores problemas da área de TI no Middle Market  estão a comunicação entre setores diferentes da empresa, softwares em dia e atraso nas informações.

Uma solução eficiente para a correção dessas falhas e aumento na performance dentro de empresas do segmento Middle Market têm sido os softwares de gestão, conhecidos também como sistemas ERP ( Enterprise Resource Planning).

Veja abaixo os três maiores problemas da área de TI no Middle Market e entenda como o sistema ERP é capaz de auxiliá-lo:

1. Informações sobre custos e riscos em tempo real

Empresas de médio porte, em geral, acreditam que somente grandes softwares de gestão poderão atender às suas necessidades e acabam se esquivando da utilização do ERP por falta de recursos, o que pode gerar ainda mais custos ao negócio devido aos riscos associados à falta do suporte. O ERP Openbravo da Disoft chega para atender essa demanda, munido de toda estrutura de um grande e moderno software de gestão e desenhado para entregar informações estratégicas a cada cliente.

2. Baixa automação de processos e pouco recurso para investimento em Softwares

As empresas médias também não possuem grandes áreas de processos e, por isso, muitas vezes eles ficam desatualizados, incompletos e com baixa automação. O Openbravo é originalmente desenvolvido em uma estrutura de processos – motivo pelo qual já levou diversos prêmios internacionais. Sua arquitetura torna muito mais fácil a criação e adaptação de processos de negócio, que podem ser feitos pelos próprios usuários.

3. Integração de informações de diferentes áreas

Para que o fluxo de serviços prossiga de forma correta, as informações entre as diversas áreas de uma empresa precisam estar alinhadas, tornando-as confiáveis para o surgimento de resultados efetivos. O ERP Openbravo mantém a integridade das informações entre diferentes processos, garantindo o mesmo nível de confiabilidade de grandes soluções de ERP estabelecidas no mercado.

Além da alta qualidade na plataforma Openbravo, o sistema de ERP também oferece o diferencial de manter o cliente como participante em todo o processo de implantação. Por se tratar de um produto a nível internacional e opensource, o Openbravo permite a integração com a estrutura de desenvolvimento do cliente, tornando-o apto para a construção de futuras funcionalidades.

Este artigo foi útil para você? Se tiver dúvidas sobre como implantar o ERP em sua empresa, não hesite em falar com a gente.

Reduzindo custos e otimizando tempo no seu negócio através do software de gestão ERP

erp disoft

Manter uma empresa em funcionamento e apta para competir no mercado requer planejamento, pesquisas, investimentos e organização, tanto na parte administrativa, quanto operacional do negócio. Lidar ao mesmo tempo, de maneira organizada, com prazos de produção, solicitações de orçamentos, gestão de finanças, vendas e diversos outros assuntos, pode não ser uma tarefa fácil para muitas empresas. Mas, todo esse processo pode ganhar agilidade e, principalmente, redução de custos ao ser executado por um software de gestão, ou um sistema ERP, como é chamado.

ERP? Como funciona?

Os softwares de gestão ERP (Enterprise Resource Planning) servem para integrar em uma única plataforma toda a gestão de uma empresa, abrangendo diversas áreas, como administrativa, produção, comercial, projetos, finanças e outras.

O objetivo dos softwares de gestão ERP é otimizar o tempo gasto em processos manuais, automatizando-os e fornecendo informações precisas sobre cada um deles, também adaptando às necessidades de cada organização. Além, é  claro, de reduzir custos gerados por ferramentas, equipamentos, profissionais, manutenção e erros operacionais.

Quais os tipos de softwares de gestão?

Com o aumento na demanda, os sistemas ERP’s específicos foram desenvolvidos para segmentos de mercado e empresas de portes distintos. Na Disoft, a tecnologia é trabalhada em duas vertentes: o ‘ERPFlex’ para quem deseja um maior número de funcionalidades com navegação padrão e baixo custo ou  o ‘ERP Openbravo’ para empresas que buscam acompanhar detalhadamente o crescimento e mudanças em seus negócios.

Apesar de suas especificações, seja para quem deseja resultados imediatos ou uma visão a longo prazo, ambas são destinadas à organizações, pequenas, médias ou grandes, que valorizam a importância da tecnologia em seu desenvolvimento. Mas antes de sua implantação, é importante certificar-se da aderência do software e reais necessidades da empresa.

Os sistemas ERP’s da Disoft contam com diversas funcionalidades e alta tecnologia a um custo vantajoso para o cliente, além de caracterizar-se como opensource, podendo ser compartilhado com diversas pessoas em todo o mundo.

Gostou e tem interesse em saber mais sobre softwares de gestão ERP? Entre em contato com a gente aqui ou pelo e-mail e telefone (comunicacao@disoft.com.br/ (11) 3088-1188)